Textos Sugeridos pelo Autor

14 de dezembro de 2008

Cheiro de Amor

É noite... Penumbra... Doce calmaria!
Um cheiro suave, cheiro de amor,
Sinto a maciez do teu corpo, teu calor,
Teus lábios macios, que só prá mim sorriam!

São encantamentos de um sonho, fantasias,
É brisa suave a soprar-me com carinho,
Palavras sussurradas bem de mansinho,
Sereno sobre a relva molhada no alvorecer do dia!

Doces encantos nas fantasias destes sonhos,
Eu que outrora tão tristonho,
Encontrei a razão de viver...

Caminhando por uma estrada deserta
Esperança! Que nada, era quase incerta,
Tudo que senti, foi vontade de te ver!

0 comentários: