Textos Sugeridos pelo Autor

3 de dezembro de 2008

Recordações

Quero te chamar de amiga,
Mas como esquecer tudo que senti!
Como apagar as lembranças,
Que te traz de volta ao meu caminho?
Sei que na vida sonhos é ilusão,
Mas como não sonhar,
Se é neles que tenho seu carinho?
Um refúgio prá minha solidão!
Pelos caminhos ainda vejo nossos rastos,





Entre as músicas ainda ouço aquela nossa canção!
Talvez uma canção que só eu sinto,
Porque as marcas eu trago aqui dentro,
Estão gravadas em meu coração,
Pois o tempo não foi capaz de apagar,

Os sons daquelas palavras que lhe disse em sussurros,
Onde também de ti pude ouvir palavras!
Palavras, promessas e nada mais!
Como a brisa que entra por uma janela,

Como o relâmpago que surge no ocidente,
E se perde a caminho do oriente,
Assim foste tu!
Assim passou o que disseste ser aquele amor,

Hoje procuro esquecer a dor,
Que sua ausência me deixou,
Esquecer as tristes marcas,
Que sua partida me outorgou!

0 comentários: