Textos Sugeridos pelo Autor

13 de outubro de 2010

Dia de Rotina

A noite chegou e a lua convidava,
A viajar nas nuvens, passear nos céus,
Abraços apertados, palavras sussurradas,
Viajando ao vento como um carrossel!

Amor de madrugada
Sem pensar em mais nada,
Uma paixão descontrolada,
Um coração em disparada!



Tudo acontece de repente,
Sem nada avisar, nem quero acordar,
Todo amor que a gente sente,
Reflete-se no carinho, no desejo, no olhar!

Nesta entrega corpos se abraçam,
Mãos que se apertam sem parar,
Olhos que olham nos olhos,
Lábios quentes levemente a se tocar!

Assim mais um dia de rotina,
Abre e fecham as cortinas,
Recomeçar tudo outra vez,
Relembrar tudo que se fez.

2 comentários:

Poemas Tecidos disse...

Um encanto tua poesia.

Abraços.

Valdeck Almeida de Jesus disse...

Olá, amigo, é poesia, pura.. claro.. você Escreve muito bem.
Parabéns.

Valdeck Almeida de Jesus