Textos Sugeridos pelo Autor

19 de novembro de 2010

Amar em Silêncio

Olhar perdido no infinito,
No coração, uma dor , um grito,
Na alma uma incerteza inflama,
Bate no peito um coração em chamas.

Chamas da paixão,
De uma triste ilusão,
Lágrimas quentes,
Gotejam a gente sente,


Que perde o rumo,
Balança não tem prumo,
Porque tem que ser assim?

Amar em silêncio,
Total devaneios, fascínios,
Idas e vindas, desencontros sem fim.

2 comentários:

Beatriz disse...

Bela descrição poética do amor não-revelado, do amor silencioso.
=) Bom fim de semana!

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bom seu poema, parabéns poeta.