Textos Sugeridos pelo Autor

21 de maio de 2012

Lágrimas


As minhas lágrimas sei por que derramei,
Não me arrependo pelas vezes que chorei,
Tudo valeu!

A noite escura já não me traz medo,
Já descobri que ela tem um segredo,
Que às vezes se confundem com os meus.

Não me pergunte, não vou te contar,
Acho que não irás suportar,
Quebrar-se a o encanto,
E o segredo perdido estará,

Cada um sabe a dor que sente,
Está-se presente ou ausente,
Não precisa apontar!

E se tiver que chorar,
Não tem por que segurar,
Deixe as lágrimas rolar,
Verás que sempre tem alguém para enxugá-las!

1 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Vida que segue apesar das lágrimas.Parabéns poeta.