Textos Sugeridos pelo Autor

11 de outubro de 2012

Abraça-Me

A chuva cai lá fora,
 E eu não vejo a hora,
 De te ver outra vez!

 Ainda não perdi meu medo,
 Contar-te meu segredo,
 Talvez minha insensatez!

 Se estou perto de você,
 Não sei bem o que fazer,
 Daí vem o desespero!

Quando consigo me aproximar,
O medo vem me assombrar,
Não sei o que faço com este meu destempero.






 Se entendes o meu sentimento,
 Livra-me deste tormento,
 Então me abraça e me beija!

 Não me deixe falar,
 Não permitas que eu venha a acordar,
 Estar em seus braços é tudo que meu coração deseja.




2 comentários:

Priscila Soares disse...

Bem legal. O eu-lírico consegue expressar com simplicidade algo que lhe deixa confuso, demonstrando uma personalidade por trás do personagem inseguro. Expressa algo cotidiano pra muitas pessoas. Abraço.

Arnoldo Pimentel disse...

Estar é sentir-se seguro.Parabéns